Direito de patente e a invisibilidade do conhecimento tradicional: o caso da Bauhinia sp.

Marcos Vinício Chein Feres, João Vitor de Freitas Moreira

Resumo


O presente artigo visa a discutir o direito de patente e a problemática do conhecimento tradicional associado à biodiversidade a partir de uma abordagem empírico-qualitativa. Para tanto, parte-se de um viés crítico estruturante relacionado às concepções de Zenon Bankowski sobre Direito e amor, combinadas com as análises da construção da identidade moderna expostas por Charles Taylor. Trata-se de pesquisa empírica estruturada em coleta de dados na OMPI (Organização Mundial de Propriedade Intelectual) de patentes referentes à Bauhinia sp., tradicionalmente conhecida como pata-de-vaca, para posterior tabelamento de modo a sistematizar os dados e, assim, viabilizar o processo inferencial do tipo descritivo e/ou causal. Por fim, será argumentado, baseando-se nas inferências traçadas e com fins de validar a hipótese inicial, uma necessária revisão e ressignificação do direito de patente, tendo em vista que a atual sistemática desconhece o tradicional e acaba incentivando a prática de biopirataria. 


Palavras-chave


conhecimento tradicional; direito de patente; Bauhinia sp.

Texto completo:

PDF

Referências


Babbie, E. (2000). The practice of social research. Belmont: Wadsworth/Thomson learning.

Bankowski, Z. (2007). Vivendo plenamente a Lei. Rio de Janeiro: Elsevier.

_____ ( 1996-1997). Law, Love and Computers. Edinburgh L. Ver., Eedimburgo, , 25 (1), 25-32.

______ ( 1998). The value of truth: fact skepticism revisited. Legal Stud., Chicago.

Brasil. Decreto nº 1.355, de 30 de dezembro de 1994. Recuperado em: 22 de jan. 2015, de . ______. Decreto nº 2.519 de 16 de março de 1998. Recuperado em: 22 de jan. de 2015, de < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D2519.htm>.

______. Medida Provisória nº 2, de 23 de agosto de 2001. Recuperado em: 26 de jan. de 2015, de: .

Carnero da cunha, M., almeida, M. W. B. (2000).

Indigenous People, Traditional People, and Conservation in the Amazon. Daedalus, Cambridge, 129 (2), 315-338.

Dantas, F. A. C (2003). Os povos indígenas brasileiros e os direitos de propriedade intelectual. Hiléia (UEA), Manaus, 1 (1), 85-119.

Epstein, L., king, G (2013). As regras da inferência. São Paulo: Direito GV.

Gomes, C. (Coord.) (2010). Direito e Biodiversidade. Curitiba: Juruá.

Grossi, P. (2007). Mitologias jurídicas da modernidade. Florianópolis: Fundação Boiteux.

Honneth, A. (2003). Luta por reconhecimento: A gramática moral dos conflitos sociais. São Paulo: Ed. 34.

Kuhn, T. S (2003). A Estrutura das Revoluções Científicas (7ª ed). São Paulo: Perspectiva.

Lacomini, V. (2009). Propriedade Intelectual e Biotecnologia. Curitiba: Juruá.

Lorenzi, H. (2002). Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. São Paulo: Instituto Plantarum, 384.

______; Matos, F. (2008). Plantas Medicinais no Brasil: nativas e exóticas. São Paulo: Instituto Plantarum.

Porro, N., Menasche, R., Neto, J. S (2014). Babaçu livre e queijo serrano: história de resistência à legalização da violação a conhecimentos tradicionais. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, 41 (20), Jan./Jun.

Scudeller, V. V., et al (2009). Etnoconhecimento de plantas de uso medicinal nas comunidades de João do Tupée Central (Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé). In: SANTOS-SILVA, Edinaldo N.; SCUDELLER, Veridiana V. (Org.). Diversidade Biológica e Sociocultal do Baixo Rio Negro, Amazônia Central (2) Manaus: UEA Edições.

shiraishi neto, J., Dantas, F. A. C (2008). A 'Commoditização' do Conhecimento Tradicional: notas sobre o processo de regulamentação jurídica. Revista Economia y Sociedad, Costa Rica, 33/34 (13), 119-131.

Shklar, J. N (1967). Direito Política e Moral. Rio de Janeiro: Editora Forense.

Taylor, C. (1997). As Fontes do Self: A construção da identidade moderna. São Paulo: Loyola.

_____ (1995). Two Theories of Modernity. The Hastings Center Report, 25 (2), Mar.-Apr., 24-33.

Vásquez, S. P. F. et al (2014). Etnobotânica de plantas medicinais em comunidades ribeirinhas do Município de Manacapuru, Amazonas, Brasil. Act Amazonica, 44 (4), 457-472.

Viveiro de castro, E. (2002). O nativo relativo. Mana, 8 (1), 113-148;

Referências das patentes ordenadas de acordo com Tabela 2

Paul R. Martin (Estados Unidos). Tai Paul Ling. Composition and method for weight reduction. US nº US20100040704, 18 ago. 208, 18 fev. 2010.

Lion corp (Japão). Tanaka Rumi; Hayashi Tatsuo; Akimoto Hiroshi. Preventive/Therapeutic Agent for Osteoporosis. JP nº JP2000191542, 25 dez. 1998, 11 jul. 2000.

Merck Patent Gmbh (Alemanha). Corinna Wirth; Herwig Buchholz. Use of an extract of bauhinia for the preparation of pharmaceutical and cosmetic compositions. DE nº EP1493431, 07 maio 2004, 05 jan. 2005.

Lapointe Law Group (Estados Unidos). Juan Carlos Agreda Navajas; Fidel Martin Pinto; Efren William Belo Maluendas. Herbal product to be administered to diabetic people and process to obtain it. US nº US20080206372, 05 maio 2008, 28 ago. 2008.

Corinna Wirth; Herwig Buchholz (Estados Unidos). Corinna Wirth; Herwig Buchholz. Use of an aqueous or hydroalcoholic extract of bauhinia for the preparation of a composition. US nº US20080044502, 18 jul. 2007, 21 fev. 2008.

Herwig Buchholz; Corinna Wirth; Valerie Bicard-Benhamou; Deoclecio Carmo; Didier Mesangeau (Estados Unidos). Herwig Buchholz; Corinna Wirth; Valerie Bicard-benhamou. Bauhinia extracts. US nº US20040170714, 27 jan. 2004, 02 set. 2004

Lion Corp (Japão). Hiroaki Nakabayashi; Yoshimasa Tanaka; Masanori Sugimoto. Skin Lotion. JP nº JP11158031, 01 dez. 1997, 15 jun. 1999.

Disgene; Chul Hoon Lee (Coréia do Sul). Du Jin Baek; Yul Hui Cho; Ji Hong Kim. Novel cell cycle regulator inhibitor hy52, preparation method thereof and use thereof as anticancer agent. KR nº kr1020030005441, 27 jun. 2001, 23 jan. 2003.

Disgene; Chul Hoon Lee (Coréia do Sul). Du Jin Baek; Yul Hui Cho; Ji Hong Kim. HY3 as novel inhibitor of cell cycle controlling factor, preparation thereof and use as anticancer drug. KR nº kr1020030010777, 27 jun. 2001, 06 fev. 2003.

Universidade Federal De São Paulo - Unifesp Fundação De Amparo A Pesquisa Do Estado De São Paulo - FAPESP. Maria Luiza Vilela Oliva; Misako Uemura Sampaio. Uso de inibidores da agregação plaquetária e da coagulação isolados de bauhinia sp. BR nº BRPI0704854, 07 ago. 2007, 24 mar. 2009.

Drug Discovery Institute Of Technology Co., Ltd. (Japão). Yamada Shoji; Koyama Keizo; Iinuma Sokazu. Antiviral agent containing the organic extract of legumes. JP nº JP7165599, 07 dez. 1993, 27 jun. 1995.

Koei Kogyo Co.,Ltd (Japão). Hideko Honda; Kazue Murata; Hidehiko Yamak. Collagenase inhibitor and anti-ageing cosmetic. JP nº JP2003055190, 01 ago. 2001, 26 fev. 2003.




DOI: http://dx.doi.org/10.19092/reed.v3i2.135

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Indexado em:

  Crossref logo periodicos logo j4f logo worldcat logo sherpa romeo